TREBLE – G5


   Já faz tempo.

   Um dia existiu uma trupe de amigos chamada TREBLE, que produzia cultura, ou ao menos tentava.

   Hoje tive uma sensação nostálgica ao resolver assistir um filme que fizemos há anos atrás. Transportou-me e me fez lembrar o quão difícil foi terminar o vídeo que ficou em produção por mais de um ano, tendo vezes em que achavamos até que iríamos desistir de concluir o projeto. Mas ele saiu com direito a Premiere (cincão a entrada) e tudo mais. Foi bombástico. O vídeo se espalhou um bocado e fez com que pessoas que nunca vimos na vida dissessem: “Você é o espírito?” ou “muito louco o filme de vocês”. Foi uma diversão e um estresse danado na época em que estávamos fazendo a obra, mas foi recompensador… E hoje o filme quase que caiu no esquecimento.

   Para se ter uma idéia do trabalho todo, tivemos que desembolsar um bocado de grana, aprender a mexer com programas de edição, tudo na raça, mas valeu o conhecimento que hoje temos, tivemos até mesmo que viajar para Atibaia para captar algumas cenas, mas essa parte foi legal e bem gostosa… Bons dias esses… Foi, eu acho, que uma das partes mais divertidas da minha vida.

   A idéia deste filme surgiu em uma madrugada em que o Edu e eu assistíamos Jiban aqui em casa, e então resolvemos começar o roteiro do vídeo. Foi hilário fazer, e sem dúvida, é algo que todos nos orgulhamos…

   Vou deixar aqui o vídeo pra quem quiser assistir. Ele é dividido em três partes e também está no You Tube.
   Existe muito material da TREBLE parado, daquela época, muita coisa, inclusive o Sinfonia Vermelha que também está no You Tube, mas é pra mais tarde esse…

   Espero que se divirtam!

 

STAFF:

Daniel (Dorin)
Eduardo – Que como diretor se saiu fantasticamente bem.
Jucka – Tenho que elogiar a atuação e a dublagem que foram ótimas.
Jaci
Nana
Sergio (No caso, eu. Diz aí… Que mãos expressivas eu tenho!! E ela faz muito mais coisas!).
Davison – O melhor ator da turma.
Bruninho – “Sinta minha Iraaa.”
Heber –  O melhor dublador.
Spinel – In memorian.
Lucas
Meninas que passaram na rua no momento da gravação.
Luizinho – A dublagem enfadonha de meu irmão foi a melhor. Palmas para ele por ter chorado de emoção na Premiere. 

Queria agradecer à todos que estavam, cinco anos atrás, pagando cinco reais para poder ver um trabalho amador… Este filme foi pra vocês. 

Frase marcante que ficou na memória durante as gravações:
Mãe de Jucka chegando na rua e vendo seu filho fantasiado.
“ Meu deus, meu filho… Alexandreeeee”. 

Sinopse:

   Um Striper de baixa categoria e gordo, resolve fazer uma lipoaspiração para poder ficar esbelto e parar de ser motivos de chacotas, mas o que era pra ser uma simples cirurgia, transforma-se em algo muito maior, concedendo a Jandilson ( Davison Castro ), poderes nunca imaginados, tornando-o um Herói chamado Gordo Five, que lutará contra as forças do mal.

Trailer para ter certeza que quer ver (risos).

Parte 1.

Parte 2.

Parte 3 -Final.

4 comentários em “TREBLE – G5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s