Baldes falsos de plástico.

Chutar baldes se mostrou um esporte e tanto, assim, de repente!

Vale a pena se livrar de um empecilho por vez.

Anos atrás larguei os estudos, em boa parte, pelo trabalho… Mas hoje, fiz o contrário! Não dá pra largar o que te dá prazer pelo que te oferece úlceras de desagrado!

Não é fácil tomar uma decisão assim, mas tenho minha trilha pra seguir, e por mais que digam que estou errado, não posso concordar com isso, muito menos com pessoas próximas que me taxam de palhaço pelas minhas costas!

E SIM! É um post de desabafo. Ando sendo abatido por onde menos espero, mas eu chuto um balde de cada vez. Guardo os mais valiosos pra depois, dou um tempo, uma chance… Mas agora vai ser um de cada vez… Se engasguei de vez, o jeito vai ser escarrar… Gosto dessa palavra… “Escarrar”. Ela representa tanto!

Quero estar bem, e tenho certeza que vou estar bem.

Não preciso de muita grana.

Preciso de satisfação.

Qualquer tipo de satisfação!

 

Não quero estar entediado.

Fiquei por muito tempo!

Hora de agitar essa merda toda e tomar um banho!

 

Por falar nisso… Por falar em merda! Tenho uma frase para ESCARRAR!

 

Argumentos em demasia são entediantes; e a falta deles é venenosa!

 

Um balde de cada vez.

 

Ósculos e Amplexos, cambada!

Anúncios