O mês de julho está chegando!!!!!!!

   Em poucas palavras, vou dizer como meu signo me influencia…

    Sou extremamente carente, e não nego isso à ninguém, mas também sei muito bem como se agradar uma pessoa, modéstia à parte. Detesto que me ignorem, detesto falta de atenção, mas por outro lado, adoro ficar sozinho no meu canto com meus pensamentos… Gosto de ficar no meu casulo sem falar com ninguém em algumas épocas, o que faz com que pessoas que gostam de mim, acharem que estou evitando-as de alguma forma, mas não é verdade.

   Sou sensível, porque negar? Sou mesmo. Choro por qualquer coisa, e faço isso com orgulho; tenho mesmo orgulho de chorar, demonstrar sentimentos e me matar por qualquer coisa, pois são poucos os que fazem isso hoje em dia. Apaixono-me com a maior facilidade do mundo, mas não queira ter minha raiva, pois será difícil eu passar por cima; impossível de esquecer… Uns tempos atrás estava num bar com uns amigos, aí começaram a falar de pessoas que voltam em discussões de coisas que aconteceram a meses atrás… Sorri envergonhado… Eu sou assim… Nunca esqueço quando bato, e me envergonho na maioria das vezes, mas nunca me esqueço, principalmente, quando apanho. Carrego pra sempre. Não sou descolado, sou mais caseiro… Muito mais minha casa que um motel, apesar desse segundo ser beeeeeeeemmmm interessante pra quebrar a rotina… Gosto de amor, não de sexo… Se gosto de alguém, tem que ser amor… Quero casar, ter filhos… Amo amar e ser amado… Preciso ser o centro das atenções, se não, não tem graça… Cuido de meus amigos como posso e muitas vezes faço até o que não posso…

   Lado negativo de tudo isso:

   Por eu não ser um cara descolado, as pessoas preferem muito mais alguém que as deixe completamente livres, uma pessoa amiga de todos… Com muitos amigos, poucos verdadeiros… Alguém que seja popular, molecão, sorridente… E eu, com orgulho, não tenho nada disso. SOU CHATO PRA CARALHO!

    Meu aniversário está chegando! Peço por favor… Não me venha com essas coisas de parabéns! Dê-me uma garrafa de vinho, me leve pra sair, dançar, beber, mas não me deixem scraps de parabéns… Aceito isso apenas de quem se lembra de meu aniversário sem ajuda de Internet… Te honrarei muito mais se não vier com esse cinismo e hipocrisia!!  Ah! Mais um detalhe… Falo tudo na lata, e às vezes me arrependo por isso!

   Meu nome é Sérgio, nasci no dia 10 de julho, sou câncer, ascendente em virgem… Lua em câncer… Dramático por natureza e, modéstia a parte, SOU ÓTIMA COMPANHIA!

    Não comemoro meu aniversário. Comemoro o mês de julho porque amo o alto inverno… Amo o inverno.

Pode acontecer comigo… Pode acontecer com você!

      A verdade é que nunca se sabe quando os olhares se cruzam… Não é por nada que escrevo isso, apenas estive pensando e resolvi falar sobre.

      Conhecemos pessoas numa cruzada de olhar, apenas olhamos e sacamos que aquela pessoa vai ser especial, sem nem mesmo conhecê-la. Isso acontece. Depois de um tempo nos vemos largando tudo; casa, namorado, conforto, tudo… Tudo em prol de uma paixão que explode sem mais nem menos… Claro que, às vezes, não é uma boa troca, mas que Deus me perdoe pelo comentário, pois já me arrastei na lama por isso, mas se for ver, vale a pena aproveitar a explosão, a intensidade, não é?

      O fato é que quando isso acontece, não raciocinamos direito, não pensamos, não vemos mais nada… Paixão é foda… Ela subjuga o amor até a hora do arrependimento. Mas o que fazer?

       Se você que lê isso espera uma reposta, tira o cavalo da chuva… Não há respostas pra isso.

      Eu já larguei muitas coisas por paixão, já fui largado por paixão… Pode acontecer comigo e pode acontecer com você. É triste quando se está do lado mais fraco, mas aí agente vê que pode acontecer com todos, porque paixão acontece toda hora, mas, ainda assim, creio que não existe amor errado.

 

   Bom fim de semana apara todos e transem bastante!!!!

A vingança nunca é plena…

   A vingança de nada vale a pena… Fico pensando que nunca é o suficiente quando nos vingamos… Queremos mais, sempre, e no ato da vingança pensamos que está pago o que nos foi dado, mas depois ainda vem um sentimento que não foi o suficiente… Então fica aqui um recado para os vingativos: Não comecem, porque depois que a vingança é iniciada, nunca mais nos daremos por contente… É fato.

 ***

    Daqui alguns dias começarei uma novela via Blog com cinco episódios, a novela se chamará “ Três balas na agulha e uma faixa de blues”.

   Um grupo de pessoas com o passado sujo tentando levar uma vida normal acaba sendo tentado por um mafioso que oferece uma grana preta para que realizem um certo serviço, mas a coisa se complica quando um deles resolve ganhar vantagem em cima de todos.

    “Três balas na agulha e uma faixa de blues” fala sobre crime, amor e redenção. Espero que gostem… Logo, logo estará aqui para vocês verem.

Lugares que você gosta e não pode ir.

  Existem alguns lugares dos quais eu gosto de estar. Lugares que nos sentimos bem, que nos remetem boas coisas.

   Posso dizer que dois destes lugares que mais gosto, hoje me incomoda um pouco, apesar de eu continuar gostando. Um deles eu simplesmente não coloco mais o pé. Vejo-o de longe e admiro sem chegar perto. Nuca mais, até que ele pare de me machucar pelas lembranças que hoje tenho… E de pensar que gostava tanto…

   O outro lugar machuca, mas é mais sutil apesar da dor ser pior, mas ainda assim, frequento-o como quem dá soco em ponta de faca, como um sádico decadente que gosta da dor latente… Confesso que há dias que nem percebo que estou indo até lá. Quando dou por mim, olho para algumas das pessoas e percebo onde estou. Aí vem a dor que me comprime, lembranças que remetem outras que por sua vez remetem outras lembranças… Aí aperta tudo, dá vontade de arrancar a essência da vida por não saber aonde ir… Essas coisas me fazem enlouquecer de tanto pensar… A cabeça ferve e tudo o que consigo me perguntar é “por quê?”. Nada mais, nem resposta tem. Não tem nada. Apenas a tristeza e o asco. Não consideração, respeito e nem carinho.

   Fiz o que tinha que fazer ali com as mesmas perguntas na cabeça, com as mesmas dores no peito e com o mesmo gosto amargo na boca.

   Só depois, ao sair de lá, pude notar que o céu estava ainda ensolarado. Comi alguma coisa e quase que esqueci tudo… Mas eu sei que este inferno vai voltar de uma forma ou de outra, ele sempre dá um jeito, e o pior é que eu gosto de ir até lá… Ou caleja ou eu morro!

O mundo anda mal frequentado.

O mundo anda mal frequentado. _resized_440324_1_copy

   Não. Essa frase não é minha, mas bem que eu gostaria de tê-la feito.

   Ouvi (li) essa frase hoje da Caroline, mas também não é dela, e sim de uma colega chamada Luana. E de fato é verdade.

   Vemos por aí um bocado de gente sem sentido algum caminhando nessa balada que chamamos de “mundo”. Sabe aquela balada onde você está e divertindo na pista, descola alguém pra dançar, dança e dança, aí a pessoa de tanto encher a cara acaba vomitando na sua roupa preferida? É assim como me sinto. O pior é quando alguém que você nem concedeu a dança, vem e vomita tudo. Aí o chão fica melado e, até que você se limpe, é o fim da balada. Ouvir a música já não é mais tão legal e você reza pra partir pra casa o mais rapidamente possível.

   Têm gente cagada por aqui de todos os lados. Cada gente podre…

   Você está no balcão do mundo sentindo o gosto de sua cerveja, aí vem aquele mané, pega seu copo, e devolve vazio… Pô, ao menos enche de novo!

   O fato é que a baladinha já ta perdendo a graça, já está muito mal frequentada! E o pior de tudo, é que ainda tem fulanos que nem pagaram a entrada! São V.I.P. bom… Ao menos é o que pensam.

   Geralmente, por menores que sejam, sempre esqueço frases que me falam, mas essa não, porque fez um sentido danado! Um sentido absurdo… Tipo aquela balada de meninão, você já bêbado, cinco e meia da manhã e ainda não “pegou” ninguém… Ou alguém pegou seu copo… Sei lá… Só sei que realmente o mundo está mal freqüentado, e foi essa, uma das coisas, mais interessantes que ouvi falar.

 

   Já estou de ressaca desse lugar, mas amanhã tem mais balada, e torcemos pra que seja melhor.

 

   Boa noite.

 

(Créditos do Post para Luana que fez a frase e para a Caroline que foi quem me citou).

Nada de poesia.

   Sou um poeta que não sabe escandir, não sabe analisar frases… Sou um poeta que não escreve suas poesias num papel, mas prefere deixá-las na memória, pois é a forma mais fácil de não ser questionado sobre as paixões.

   Sou um poeta desgarrado do espírito e da alma; que vive na carne o que a  vida pede. Vivo para morrer cada um dos dias nos braços daquele que pode pagar mais. Um poeta desprovido de literaturas insanas e sem qualquer conhecimento culto. Vivo apenas com o conhecimento do coração.

   Minha dor é a mais importante. Eu sempre estou certo e sempre sofro injustamente com os fatos desse mundo. Um poeta sem lar, sem poesias. Sofro e faleço na pele daquele que não me tem.

   Mato-me e me espalho, me derramo, choro o choro dos poetas que não são nada, não são ouvidos… Um simples uivo de dor… Só irá me matar aquele que tiver o maior coração

Mais um ano que se passa…

Mais um ano de espera para ser acordado no meio da madrugada para gritar algo juntos… Eu espero mais um ano. Os anos que forem necessários… são PAULO fc.

cara de reto!

cara de reto!

 Existem dias que são cinzas

 Existem noites tão azuis com o claro brilho do luar que me faz pensar em coisas que estão além do que eu posso; mas continuo sonhando, pois ainda estou vivo… Ainda amo… ainda sei que posso agüentar a inversão da claridade e da escuridão.