Meu eu maléfico.

 

Às vezes acho que a melhor forma de resolver um problema é simplesmente ser ruim ao ponto de não se preocupar com ele.

 

Parece que os problemas ficam gigantes quando você assume uma postura sensata e passa a dar importancia. Agora eu fico aqui cavucando motivos e mais motivos para recuperar minha personalidade de “foda-se” e resolver as coisas com um belo “que se dane”.

 

O problema de ficar preocupado com certas coisas, é que nunca ninguém se importa como você está se sentindo, aí logo vem tudo o que é tipo de pressão e chantagens emocionais.

 

“Porque se você fizer isso, eu farei tal coisa”.

 

Porra. Vai tomar no cu. Sou humano! Erro mesmo e não aguento muita pressão não. Só que às vezes me tratam como se eu fosse a pessoa mais pateta e imperfeita do mundo

 

Aí vem a Juliana me dizer “EMO”. Antecipadamente já lhe envio meus cumprimentos com um “vai se fuder você também” rsrs

 

Porra. Minha cabeça está fervilhando. Paciência e mais paciência. Sempre resolvo as coisas da forma mais complicada que tem. Eu sei disso.

 

Por isso não quero mais cavucar motivos seja lá pra o que servirem. Quero é desenterrar o meu eu maléfico. “Ah, é isso o que realmente pensa? Legaaaaaal”. Preciso voltar com minha tradicional indiferença.

 

Quer partir, parta! Quer chorar, chore!

 

O meu erro foi oferecer muito de mim mesmo, quando eu próprio já tinha pouco disso.

 

Eu assumo minhas falhas, sempre. Mas quero não me importar com elas, se não eu vou pirar.

 

Só dessa vez, e só dessa vez vou fazer o que entendo como certo sem querer saber o que vocês pensam. Mas só dessa vez. O meu coração pede pra que eu siga mais uma vez pelo caminho mais dificil; e quando eu não o ouço, sempre acabo me fodendo. Então dessa vez vou ouvi-lo e fazer a coisa certa. Mas vai ser só mais dessa vez. Aí assim que eu desenterrar o meu eu maligno, vou poder ser alguém melhor. Pois meu melhor está no meu pior. Sempre que me dedico não consigo fazer ninguém ficar bem, então joguemos com mentiras e sacanagens. É disso que as pessoas gostam. De mentiras.

 

As pessoas gostam de se enganarem.

 

Mas quando eu desenterrar aquela coisa maléfica que, por gostar, acabei enterrando, aí ninguém mais vai precisar se enganar. Deixe que eu faço isso pra vocês. Eu engano vocês.

Eu sei que é segunda, mas eu preciso de uma cerva pra ontem. Hoje eu vou beber minha cervejinha. Quem vem comigo pode me ligar ou mandar mensagem.

 

Beijos e abraços.

Anúncios

Parabéns Gracinha!

Têm algumas pessoas que simplesmente surpreendem a gente. A Graça foi uma dessas pessoas!
Na primeira vez que conversamos, quando eu ainda fazia faculdade, foi por causa de um caótico trabalho de Inglês, de lá pra cá a gente foi se tornando cada vez mais amigos e confidentes.

A graça é uima pessoa gostosissima (no quesito não sexual… No sexual também), simpática, meiguinha e extremamente carinhosa! É bom tê-la por perto.

Ela é do tipo de pessoa que daria um rim se alguém precisasse (espero não precisar um dia); já passamos noites e noites no msn ouvindo as mesmas musicas e falando os mais variados tipos de besteiras que se pode imaginar. Já bebemos juntos e já curtimos bastane, mas com ela nunca basta. Não dá pra cansar.

Grá. Te mandei uma mensagem no seu aniversário. Não tive como ligar pra você, mas espero que possamos bebemorar nesta semana! Quero muito rachar uma cervejinha contigo! Escolha um dia e vamos aproveitar logo depois que eu sair do curso. É só dizer quando!

Te amo muito, muito mesmo! E espero que a vida esteja recheada de surpresas espetaculares para você. Pessoas como você devem apenas receber boas coisas de Deus.

Te amo, minha amiga. Te amo muito!

Feliz aniversário!

Nerds, Eu Mesmo e Mulheres.

NERDS.

Bom, hoje em dia é até motivo de orgulho ser chamado de NERD. Temos aí o NerdCast (que é um PodCast bem legal), pessoas com mais de 25 anos que se fantasiam de Jedi quando sai algo no cinema sobre StarWars… De boa. Eu não acho que Nerds em geral sejam motivo de “algo legal”.

Calma Nerds (agora escreverei “nerd” com letra minuscula), eu posso realmente explicar!

Quem aqui não tem um amigo “nãããrrd”? Quem tem sabe muito bem que é aquele típico cara que quer desenhar mais que você. Ele já assistiu Laranja Mecânica várias vezes e ama aquilo; Ele já viu todos os filmes do David Lynch e, sempre, mas sempre mesmo, tem algo para falar sobre Literatura! Mas quando você se aprofunda no assunto percebe que ele apenas leu um resumão pra poder ter o que falar!

Eles sempre sabem de tudo sobre computadores, mas cometem o pecado de acharem que Geeks são a mesma coisa de sua própria raça, os “nããããrrds”.

Eles sabem de tudo, tudo mesmo. Corrigem seu português (pode corrigir aí), mas não sabem a diferença de “apostrofo” e “apostrofe”! (Falei mesmo!). O apostrofo está ali ao lado da tecla “1” de seu teclado, logo abaixo das aspas. Não é necessário apertar a tecla da apostrofe (tadinha, injustiçada..) dar espaço e dizer que tá “da hora”!

Para finalizar, o nerd sempre é o cara que manja de inglês. Você pergunta “Como foi seu dia?” Aí ele responde com vários “morelés” sem saber como escreve a porra toda!

Só tem uma coisa que eu odeio mais que nerds…

…EU MESMO.

Cacete! Eu me odeio em dias de mau humor! Hoje eu simplesmente levantem com o pé esquerdo… Não. Melhor. Sem nenhum pé!

Hoje foi aquele dia em que eu detestaria encontrar você no metrô! Hoje eu queria e não queria ficar em casa! Estava pra matar um. A Poodle da minha irmã quase foi a primeira. Depois de velha, cega e surda, passou a ficar depravada e lésbica. Nada contra, mas ela ainda não sacou que minha cadela, a Saphira, gosta de pinto! Tá dificil!

Em suma!

Hoje nada deu certo até a hora em que finalmente saí para o curso. Cheguei atrasado e puto da vida com qualquer coisa que acontecia. Até a menina bonitinha do metrô olhando pra minha cara. Cacete. Eu estava cagado? Ela estava paquerando? Foda-se! Hoje não era dia! Mas amanhã sei que posso me arrepender do olhar fuminante e de minha troca de banco. É. Eu vou.

Ao menos no intervalo do curso foi bacana. Fábio, as meninas e eu começamos fa lalar sobre os direitos das…

…MULHERES.

Ok, ok. Campo minado… Assunto delicado… Mas quem deve pagar a conta quando sai?

Achei engraçado a forma que as meninas diziam que os caras deviam pagar independente da situação! Foram muitas meninas com a mesma opinião ao mesmo tempo. “Os caras devem pagar o rolê!”. Não discordo. Não mesmo. Mas assim. Se eu chamo uma pessoa pra sair, menina no caso, EU devo pagar a conta. Se ela me chama e diz que vai pagar, eu devo pagar a conta se tiver grana, mas se não tiver, devo ao menos rachar. Se é pra sair sem dinheiro, é melhor ficar em casa mesmo!

Mas fiquei espantado, pois hoje em dia as meninas querem pagar a conta de um bar, querem pagar a cerveja que você bebe e tals… Mas de repente vejo um monte de garotas que acham ainda que devemos pagar tudo. É uma idéia retroativa! Seria efeito do Tatuapé/Carrão?

Não sei.

Very Well, guys. Preparem seus bolsos, a bebedeira do fim do curso já sabemos bem como vai terminar.

PostScriptum: Eu ia fazer um post de aniversário, mas já passou faz uma semana, então esqueçam!
PostScriptum²: Eldinha, valeu pela revisão! Valeu pela dedicatória! Valeu por tudo! Apesar de grosseiro, tenho-te em meu coração! Aliás, o que eu disse sobre seu erro na dedicatória?? Passou batido hauhauhua.

Tchau.

Ultima atualização do TOP 10.

Posso fazer mais alguns posts antes do fatídico dia 10, no entanto essa será a ultima atualização do Top 10 Presentes para o Charro!

Essa será a lista verdadeira, ou seja, quem me comprou um Bugatti Veyron se ferrou, mas não que eu ficaria triste por isso!

Vamos lá então?

1 – Sou torcedor assíduo do meu SPFC! Gostaria muito de ganhar qualquer coisa do SP. Chaveiro, isqueiro. Menos camiseta, pois eu sei que é caro pra dedeu!

2 – Eu AMO elefantes! Uma estátua de elefante seria ótimo por demais!  (Me corrige Elda). Eu gosto de Elefantes por serem os animais com mais sentimentos que eu conheço. Se eu fosse um elefante, eu acreditaria no amor.

3 – Eu queria uma caixa de incenso… Adoro! Mas tem que ser dos bons, ok? Nada daqueles de 1,99.

4 – Uma viagem pra Guararema acompanhado para até o fim do mês e que fiquemos lá de sexta até sábado! Ou domingo! Em pousada… Não quero acampar!

5 – Um presente feito a mão! Uma coisa artesanal… Feito pela pessoa que irá me presentear!

6 – Esse é um pouco ambicioso. Todos os CDs da Legião Urbana. Se não houver como, ao menos o “Uma outra estação”.

7 – Minha tatuagem do Spider-Man!

8 – Um conjunto novo de Pedras Rúnicas em Quartzo Verde ou Citrino. (É fácil de achar, qualquer casa de ocultismo tem!).

9 – Que vocês venham aqui em casa no sábado! Quase todos vocês, existem pessoas que eu não quero que venham… Perdoe-me a sinceridade!

10 – Que vocês me perdoem pelo PORRE que tomarei no festejozinho… Quero botar tudo pra fora como um adolescente! Então me perdoem!

Ósculos e amplexozinhos!

Ódio é amor retraído! Cuidado!

Na minha mais sincera e humilde opinião, ódio não passa de amor retraído!

É isso mesmo!

Tem gente que se dedica a simplesmente manter a raiva por outra pessoa, para mim isso é uma forma de demonstrar que ainda pensa no objeto de ódio.

Veja bem! Se você tem uma inimizade por anos e ainda alimenta aquele tipo de raiva, significa simplesmente que não consegue esquecer a pessoa!

Conheço umas duas ou três pessoas que não gostariam de me ver pintado de ouro. Não passam de uma piada para mim, pois por várias vezes tentei conversar com tais indivíduos, e não obtive sucesso algum.

Uma me cumprimenta por educação, outro me daria um soco se pudesse e se realmente tivesse coragem para tal coisa… Eu não. Procuro manter-me com a mente em mim mesmo e não pensar em ninguém. Se vierem conversar comigo, ótimo… Do contrário, tudo bem. Mas acho uma tamanha ignorância alimentar raiva por coisas “juvenis”… Nem todos pensam como eu.

Tenho aqui pessoas de sobra que me amam. Tenho meu circulo de amigos ao meu lado. Não abandonei ninguém por um relacionamento novo. Não preciso dessas coisas. E como diz o título de meu post anterior: “Quem tem amigo não morre pagão”. Tamanho absurdo isso, pois eu sou pagão e com muito orgulho! E também tenho amigos! Então estou seguro!

Vamos viver a vida sem raiva, minha gente, pois no fim das contas ri mais alto quem sabe desculpar.

Ósculos e amplexos!