A Arma.


Fazia muito tempo que Roberto não chegava perto de uma arma.

Sentia-se feliz com isso, mas também não podia negar que algo lhe faltava.

Na época em que em que atirava todas as noites, sentia-se realizado e completo. Cada disparo lhe dava prazer.

Na primeira vez em que ouviu o estalido da pistola, sentiu-se inseguro. Mas a arma cabia perfeitamente em sua mão. Nunca atirara melhor com nenhuma outra. A arma parecia gostar dele também.

Toda semana era um tiro diferente, mas sempre no mesmo lugar. E aquele chumbo todo ia se acumulando. Ele amava sentir o peso do chumbo, até que com o tempo passou a ter a cabeça pendida para baixo. Passou a arrumar seu quarto e manter tudo lindo. Tudo para que a munição nunca findasse.

Sempre que saia levava sua arma na cintura. Gostava de levar ela para todos os cantos… Sentia-se seguro desta forma.

Até que um dia não houve disparo e se desfez da arma.

No início não foi fácil.

Suas mãos pareciam não ter mais serventia e o chumbo acumulado pesava mais do que nunca.

Meses se passaram. Ele aprendeu a brincar com facas, mas os ferimentos nunca pareciam profundos. Depois o peso do das balas foi indo embora aos poucos. Ele ergueu novamente sua cabeça apesar de as sequelas terem permanecido.

Muito tempo depois a mesma arma de antes reapareceu em meio a bagunça acumulada debaixo da cama.

No início ele não sabia se queria aquilo.

Olhou com cautela… Acabou indo comprar munições apesar da falta de necessidade. Mas se queria sentir novamente a explosão rápida de uma bala sendo acionada por um gatilho, teria que esquecer suas facas.

No fim das contas carregou a pistola com seus projeteis. Encostou o cano em sua têmpora e disparou. Caiu na cama e sentiu novamente seu cérebro se remexer.

Estava feito.

Ele voltaria a se matar mais e mais vezes até que, mais uma vez, as balas se acabassem.

Anúncios

1 Comentário

  1. Bom para refletir!


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s