Uma ideia diferente para se escrever!


Olha só!
Deixando as “Crônicas de Oníria” de lado (Nome provisório), e a correria pra publicar o “Refúgio dos Anjos”, resolvi embarcar em algo mais infantil! Sou rodeado pelos filhos de meus amigos que, modéstia à parte, adoram minha pessoa! Então pensei: “Qual o motivo que ainda não escrevi ainda algo para eles?”… Algo que não fosse obrigatório publicar (como se eu já tivesse publicado algo), mas que, no fim das contas, fosse apenas um presente para eles.
“Ah, mas você já escreveu o Willie”… Ok! Mas a ideia do Willie era um texto adulto e sanguinário em que poucas pessoas colocaram as vistas nos textos originais. A adaptação para um livro infantil do Willie foi puramente forçado para um trabalho de faculdade… Eu queria escrever algo que nascesse infantil! Pois bem!
A ideia foi tão empolgante que, como em poucas vezes, o titulo veio antes da ideia principal, e através do título veio o tema do texto.
Sentei-me hoje, deixei os personagens amargos e os elfos de lado para escrever sobre crianças.
Fiz uma pequena introdução que deixarei aqui para vocês. Vai ser um prazer escrever isso!

Apresento-lhes a primeira folha de:

Que mal fazem os monstros embaixo da cama?

Antes de tudo, pequeno amigo, devo lhe dizer que por muitos anos, quando eu era criança, da sua idade talvez, eu sofria muito com medo do escuro e com os seres que nele viviam, mas, de fato, uma coisa devo dizer: Os monstros que viviam embaixo das camas de casas e hotéis, ou de qualquer lugar, eram bem mais aterrorizantes que os demais! Isso porque eles poderiam estar lá em plena luz do dia. Podiam surgir depois de uma manhã ensolarada, numa tarde nublada ou nos fins de semana em que meus primos vinham brincar comigo na piscina de plástico que havia no quintal dos fundos de minha casa. Os monstros que viviam embaixo da minha cama, ou da cama da minha irmã e, até mesmo da enorme cama de meus pais, estavam lá a todo o momento, isso porque não importa o que se faça, debaixo da cama é sempre escuro.
Não feche este livro ainda! Fique calmo. Se necessário, peça para que algum adulto o leia para você; por mais que eles não entendam o mundo das crianças, pois a maioria perde este dom com a passagem dos anos, tenho certeza de que muitos deles, ainda que sejam atarefados e ranzinzas em boa parte do tempo, sempre adoram ler para as crianças. Mas caso você seja uma daquelas meninas aventureiras, ou um dos meninos corajosos, desafio você a pegar uma lanterna e, no meio da noite, fazer uma cabana com seus cobertores e realizar a leitura desta história que irei lhe contar. Caso não tenha coragem, não se envergonhe! Eu mesmo, em sua idade, não teria esta coragem. Nunca é fácil ler sobre os monstros em baixo da cama quando estamos sozinhos. Revelarei até um segredo: Eu ainda tenho medo de histórias de terror, mesmo eu já sendo um adulto atarefado e ranzinza! Todos temos medos, os adultos também, senão mais do que as crianças.
Acontece que as pessoas grandes fingem que não têm medo, e sempre dizem que os terrores infantis são bobagens! Blá! Do que os adultos entendem de medo? As crianças sim entendem e sempre enfrentam monstros a todo o tempo.
Outros tipos de monstros atormentam as pessoas crescidas, mas essa vai ser uma história para outra ocasião. Hoje vamos falar dos monstros das crianças, como você e como eu era antes de crescer!
Está preparado?
Ótimo, pequenino. Então começarei a contar a história de seis crianças que, assim como você, adoravam uma boa aventura junto aos amigos.

Anúncios

1 Comentário

  1. Ansiosa para ler o resto, principalmente sabendo que é inspirado na patotinha ^^


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s