São Paulo, minha São Paulo.


“..E lá na esquina da Augusta, quando cruza com a Ouvidor, não é que eu vi o Silvio Santos!” – Raul Seixas, Super Heróis.

Pois é!

Uma nova imagem no topo do Layout pra começar bem o ano! A antiga imagem está fazendo parte do blog faz um ano e meio, mais ou menos, então resolvi mudar pra essa aí que comprova minha fixação por Sátiros, Ninfas e suas devidas libertinagens!

Putarias à parte, hoje eu acabei pegando o Metrô e dei uma voltinha pela tão adorada Av. Paulista! Dia 16 vai fazer um ano que não tenho mais quaisquer obrigações de ir pra lá, aí fica tão fantástico olhar para aquela avenida enorme, uma das mais fantásticas no mundo, a sexta maior cidade do planeta com a quarta maior aglomeração de pessoas na face da terra! Muita coisa, né?

Esses dias eu estava vendo na TV que São Paulo, a cidade, se por ventura virasse um estado, seria o segundo estado mais rico do Brasil perdendo apenas para o próprio, e atual, estado de SP.

Existe uma certa divisão de Paulistanos aqui nesta cidade. Alguns de meus amigos, por exemplo, são loucos pra sair da metrópole e ir viver no campo! Eu não consigo.

Hoje, ainda, quando caminhava pela Paulista, dei uma “Raspadinha” na Rua Augusta! Aquilo é que é rua de verdade! Minha rua preferida da cidade toda, e não há de se negar que é o logradouro mais boêmio do país! Ta bom, pode disputar com o Bairro da Lapa no Rio de Janeiro, mas trata-se de um bairro versus uma Rua só! Agusta é foda. Minha filha não vai mais chamar Beatriz, mas sim, Augusta… Deixa-me pensar o que tem na Rua Augusta…. (Minutos depois)… Melhor ela se chamar Beatriz mesmo!

Eu ia deixar este post para o dia 25 deste mês, quando a cidade de São Paulo faz 458 aninhos, mas não me agüentei… Nem vou escrever muito hoje para poder fazer uma verdadeira homenagem para a melhor cidade do Brasil… Que me desculpem as outras…

Fiquem de olho, pois existem muitas festas e movimentos culturais no feriado do dia 25 de janeiro! Eu, com certeza, estarei indo para a Rua Augusta beber aquela cervejinha que há muito tempo, lá, não bebo!

Ósculos e Amplexos.

Anúncios

Um comentário em “São Paulo, minha São Paulo.

  1. Você pode nunca deixar sua querida São Paulo, mas posso te levar para conhecer um bairro tão boêmio quando a Lapa ou a Rua Augusta, mas sem aglomerações, a minha querida Tijuca, o bairro 24 horas da zona norte do Rio.

    Compre logo suas passagens, carnaval está chegando!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s