São Thomé das Letras – O FIM./ Resumão.


Infelizmente, minha câmera não registrou 10% dos momentos deliciosos em MG, mas paciência… Comprar porcaria dá nessas!

Em MG até o desgosto deu lugar a gargalhadas sem fim!

Tentarei resumir tudo ao máximo!

Quarta-Feira e quinta: BH.
Como dito antes, descemos em BH e conhecemos aquela cidade barulhenta e agitada! Tem uma caipirinha style que solta fumaça. Eles colocam gelo seco!! O máximo!
Fomos num tal de “sobe-desce” que eu nem vou comentar… Indicaram, fomos e quando chegamos lá tomamos um susto com tudo o que vimos!

Em BH, certamente, foi aonde gastamos mais dinheiro! Caro as coisas por lá, e acordar com aquela barulheira enorme, e aquela maldita gritando “Fooooooooto, foto na hora!”, não foi muito legal, mas valeu a pena!

Diálogo marcante!
No hotel:
-Moça, eu gostaria de dois Omeletes!
– Uai!!!!!! Dois???? Mas vai demorar por demais, terei que fazer um, te levar e depois fazer outro.
– Então um omelete e um misto quente, pode ser?
– Aí pode. Vai ser rapidim…
– Obrigado. ¬¬

CONTRAS: Barulho excessivo e falta de organização (isso no centro da cidade).
PRÓS: Agitação, bares legais e uma gama enorme de gente bonita.
NOTA: 5,5

Sexta-Feira LAVRAS (Larvas).
– Moça, gostaria de um quarto de solteiro duplo.
Algumas burocracias depois…
– Moça, tem wireless no quarto?
– Humm, não, mas tem internet sem fio!
-Caralho, mas dá na mesma!!!! Aí é foda!! AAAARRRGGGG (Não, eu não disse, só pensei).
– Ah, serve… Obrigado, moça!

Isso sem contar que pra usar a internet, tive que ir pro banheiro…
***
Em meio a uma caminhada depois do Hotel…

– Moça, aonde tem algum lugar aqui pra se divertir, sair à noite…?
– Shi, moço! Aqui de sexta não tem nada, só de  sábado!

E de fato, lá só funciona de sábado. Rodamos a cidade inteira até chegar em um tal de Paddok perto da UFLA, mas ia ter pagode no dia. Desanimamos um pouco. Mas já que estávamos lá… Acontece que descobrimos que os universitários de lá não gostam de pagode (um ponto pra Lavras), e por isso aquele dia seria vazio.

Apenas coube a nós voltar pro Hotel e dormir esperando pelo Sábado em São Thomé das Letras.

Diálogo marcante:
Depois de descer da rodoviária…
– Moço, aqui é muito longe do centro?
– Shii. É um bucadin demorado. Melhorrrr pegarrrr o ônibus.

Depois de cinco minutos subindo a rua na lateral da rodoviária procurando um ponto de ônibus, chegamos ao centro da cidade.

CONTRAS: Tudo
PRÓS: Ser possível ir embora de lá rapidamente, e também a possibilidade de indicá-la aos seus desafetos.
NOTA: 0,1

Obs.: Pularei Três Corações pela rápida passagem, mas me fez bem aos olhos.

Sábado, domingo, segunda e terça-feira . SÃO THOMÉ DAS LETRAS, A TERRA DOS MICRÓBIOS!
O que dizer? O que dizer de uma das cidades mais fantásticas em que já estive? É lamentável não ter registrado uma foto de lá.
A cidade é extremamente alta, em cima duma montanha. E de cima dessa montanha você tem uma visão de 360º do horizonte.

Foi chegar na cidade e babar. Gente educada e sem frescura. Os malucos andando pela rua e cumprimentando. Os jovens vêm até você para conversar e curtir, principalmente de madrugada quando todos estão bêbados!
Conhecemos também muitos comerciantes e lugares cheios de lendas, entre eles o que eu mais estava ansioso: a Pirâmide, que reza a lenda que, até hoje, ninguém sabe como foi parar lá e nem quem a fez (Vide o Diálogo marcante).

Nota dez para o Barzinho dos rippies. Um cubículo perto do parque onde os malucos ficam lá sentados bebendo uma cerveja, fumando cigarros e um cara tocando violão! E pior que eu esperava encontrar uma gente feia pra danar, mas tanto os meninos e meninas desse “movimento” são muito bonitos. Quase comprei uma blusa rippie pra mim. Minha vontade era de ficar por lá por muito, mas muito tempo!
Esse bar me encantou demais.
Tem uma gruta, apesar de pequenininha, no meio da cidade!!!
Fazendo a contabilidade, do alto do parque, próximo a pirâmide, avistei 5 estrelas cadentes! Três num dia e duas em outro. O Céu é mais estrelado do que o de Guararema! Guararema que se cuide!
Em certa hora do dia, muitas pessoas vão para o alto do parque ou para a pedra da bruxa para ver o pôr-do-sol. Todo mundo se da bem. O que é seu é de todos e o que é de todos é seu. “Não tem onde dormir hoje? Vem comigo, minha casa fica logo aqui.”. É foda. Parece uma cidade sem lei, porém mais respeitosa do que todas as outras onde já fui!

Natureza esplêndida!

E se você acha que com toda essa natureza, não há baladas, é aí que se engana! As ruas lotam nos finais de semana, mesmo fora de temporada. Vários bares. O que não falta é bar. Lá até as meninas abordam os meninos, uma vantagem para os solteiros… Davissinho que o diga!

Parece realmente a cidade das fadas e duendes.
Em meio a agitação, pode-se ver pássaros e outros animais!

Não sei mais o que dizer… Não sei mesmo. Simplesmente não há palavras que descreva São Thomé das Letras… E dia 23 vou voltar pra lá! Tão feliz! E vai ser temporada, ou seja, tudo vai estar mais fervente.

Abraços para a Dinha e seu caldo de feijão maravilhoso! (me deve o caldo verde), a Maria do Pastel que disse que se voltarmos lá, mesmo se não arrumarmos pousada, é só falar com ela, lá na rua a gente não dorme!!! E para o Edu queijeiro! Que nos ofereceu uma casa pra passar os 4 dia do feriado do dia 23 de junho! : )

Infelizmente por alguns problemas, tivemos que voltar bem antes do planejado : (

Como não tenho fotos, colocarei uma, que não é minha, da Pirâmide aqui!

Diálogo marcante:
Na pizzaria conversando com o dono de lá…
– E qual é a dessa pirâmide!? Ela é cheia de lendas e tals… Dizem que ninguém sabe quem a construiu.
– (risos). Vou te falar a história real. O filho de um fazendeiro construiu ela para ver Ovnis, mas tombaram aquele lugar pra fazer o parque e ele não pôde mais mexer lá. Mas se quer acreditar na outra história, tudo bem, uai.

Acabou com a mágica…

CONTRAS: A falta de transporte para voltar direto pra SP, só sai um no domingo, e só! E também a diferença de valores de um estabelecimento para outro. É gritante (mas nada caro, fora a loja de conveniências ao lado da Igreja Central).
PRÓS: Tudo o mais que não citei aí em cima! A melhor cidade em que coloquei meus pés até hoje!
NOTA: A maior possível!

PostScriptum: Na postagem anterior, eu meio que falei bem de Lavras, mas estava naquela euforia sem ver as coisas por um ângulo mais frio. Me desculpem.
Postscriptum²: Não há lei contra o fumo por lá. Explicaram-me que depois que implantaram em São Paulo essa lei discriminadora, as pessoas de Minas Gerais começaram a se comportar como se fosse uma lei Federal. Mas não é verdade e você pode acender seus cigarrinhos nos estabelecimentos, desde que, claro, se houver área para fumantes.

10 comentários em “São Thomé das Letras – O FIM./ Resumão.

  1. ah…q saudades da cidade de pedras…ja andei por alguns lugares, mas como essa cidade nunca vi nada igual…tem gente q vai tão longe, outros países e nem sabem q essa preciosidade existe…mas tem coisa q não consegui conhecer por lá…um dia eu volto e espero não demorar pra q isso aconteça (detalhe: fui em 2009), vivo sonhando em voltar um dia!!!!!

    1. É verdade! As pessoas deviam de dar valor ao que existe por aqui. Lá é maravilhoso mesmo!
      Eu também estou doido pra voltar pra lá! Vamos organizar uma excurssão rs.
      Beijo.

  2. CHEGUEI DE MINAS HOJE DIA 26 DE JANEIRO ….fUI para ALFENAS DESCANSAR A Cabeça.
    Adoro ir pra lá tomar sorvete na paquera é considerada a melhor sorveteria da cidade .
    na praça fica um casal maravilhoso vendendo um churros melhor do mundo …..Eu comi até ———rs
    Depois resolvi ir para três corações ficar lá com a minhas tias …Uma é madrinha do pelé Rei do futebol…Edson Arantes do Nascimento ..Famoso…Fui na casa Pelé ( Museu ) lá é ótimooooo tirei muitas fotos comi muita coisa boa e tomamos café lá
    Fui para São thomé das letras que passeio maravilhoso …eu amooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo…..Lá vale a pena !!
    Comprei o cd do ventania ” só pra loucos ” _____________rs

    o cara é um Raul seixas !! vai ser bom assim na casa do chapéu _____________________beijão pra ocê Ventania …vc é o cara!!

    beijão pra todos de são thome ((((((((((sandra Guanabara)))))))

  3. Adorei .. tudo mara ..
    principalmente pela simpliscidade do povo .. o que difere de sp .. que só passamos raiva .. com tanta falsidade ..
    queria morar em são thome e esquecer p sempre sp … hehe

  4. Adoreei cheguei de lá ontem e já estou mooorrendo de saudades… Logo que cheguei estava tendo show do Ventania, no centro hahaha o cara é uma figura… Adorei simplesmente tudo! Pessoas e Lugares maravilhosos. Tirei muitas fotos e não foi o suficiente pra registrar tudo… E se pudesse teria passado muuuito mais tempo por lá!

  5. São Thomé das Letras é bem assim mesmo, só faltou citar o por do sol mais lindo do mundo com toda aquela vista lá de cima dando para ver até o contorno da terra. Fantástico e inesquecível!
    Beijos para os hippies da praça, Zayon garoto lindo e inteligente, Lia Rosa, Flávia, Camila e Rafael, aquele abraço!
    Donos da pousada Ale e Marluce, donas das lojas Andréia e Erika….Saudades!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s