Aquilo o que te falta.


Falta-te senso. Bom senso acima de tudo. Faltou-me um dia, claro. Mas falta-te agora. Não digo senso comum, mas senso sobre como tratar as pessoas que gostam de você. Falta só um pouquinho de responsabilidade nesse seu coração medíocre.

Relaxa. Os monstros deste filme não existem, piores são aqueles reais do qual eu tenho que me deparar cada vez que chego em casa e penso poder relaxar. O ódio vem a tona e suas palavras também. Vamos apostar. Quem pode ser o pior?

Onírico não é a vida que leva, mas aquilo o que pensa ter. Desculpa. Você não tem o meu talento. Falta-te camaradagem e clareza. Machucar os outros até pode ser um dom, não machucar é uma benção.

Falta-te coragem pra encarar uma vida nova, sabia? Te falta um pouco de coragem. Falta-te na verdade a dor. A DOR! ENTENDEU??? A DOR!!!!

Guardo em meu saco plástico um bocado de lixos recicláveis: papéis, latas de cerveja e garrafas plásticas.

Lixo orgânico, camarada, de nada serve.

Falta-te sinceridade.

Falta-te tato… Um pouco de amizade.

Cézar de Campos

*

Depois desse maravilhoso texto do Cézar de Campos, vem aqui um comunicado.

NOVO TEXTO EM www.sergiocharro.wordpress.com

Desfrutem e comentem.

Ósculos e Amplexos.

Um comentário em “Aquilo o que te falta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s