A grande assassina.


Jante ao meu lado

Limpe o prato depois da refeição

Diga a sua mãe que nem tão cedo voltará pra casa

Fale que arrumou alguém que gosta da sua comida congelada

Preparada

Deturpada

Estragada

Diga a seus pais que nem tão cedo voltará pra casa

Sirva-me no prato e termine o serviço

Antes que soe as sirenes

Dê-me tudo de bom que tem a oferecer

Passe esse resto da comida

Gosto de microondas

Mordo a tampa do pote

Finjo não suar

Termine logo com isso

Encha a minha barriga

Pegue a faca

Atravesse meu tumor vermelho

Agora tudo acabou

Acabou?

Vá ao inferno

Primeira à esquerda

Morda meus pés e me jogue na lama.

Nada disso um dia foi tão vazio, nem precisava ser

Mas o seu dom de me assassinar diversas vezes chega a ser perturbador.

– Cézar de Campos

Anúncios

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s