A grande assassina.


Jante ao meu lado

Limpe o prato depois da refeição

Diga a sua mãe que nem tão cedo voltará pra casa

Fale que arrumou alguém que gosta da sua comida congelada

Preparada

Deturpada

Estragada

Diga a seus pais que nem tão cedo voltará pra casa

Sirva-me no prato e termine o serviço

Antes que soe as sirenes

Dê-me tudo de bom que tem a oferecer

Passe esse resto da comida

Gosto de microondas

Mordo a tampa do pote

Finjo não suar

Termine logo com isso

Encha a minha barriga

Pegue a faca

Atravesse meu tumor vermelho

Agora tudo acabou

Acabou?

Vá ao inferno

Primeira à esquerda

Morda meus pés e me jogue na lama.

Nada disso um dia foi tão vazio, nem precisava ser

Mas o seu dom de me assassinar diversas vezes chega a ser perturbador.

– Cézar de Campos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s