O Clã da Rosa.


Hoje quero falar da simples beleza.

Como todos por aqui sabem, sou um cara capaz de me apaixonar e desapaixonar com toda a facilidade do mundo, como dito por mim mesmo em Posts anteriores. Mas o que acontece na realidade, é que sou muito “dado” às belezas que existem.

Tem dias em que olho para o lado do metrô e lá está ela: Cabelos amarelados, olhos azuis anil, pele perolada, traços finos. Ou se não: Cabelos negros, branquérrima, olhos castanhos; olhar sério. Livro na mão… E é assim que fica fácil eu perder o tempo todo fitando inconvenientemente a menina. Só paro quando sou obrigado, mas não é uma questão de eu querer dar em cima ou coisa assim, pois quando os olhares se cruzam, sou o primeiro a fugir, e se ela chegasse em mim perguntando “Porque me olha? Quer sair comigo?”, eu, provavelmente, responderia:

– Faz o seguinte. Fica parada da forma como estava. Deixe-me apenas te olhar!

A questão é a beleza.

Meus olhos Toreadores (vide o Livro “Vampiro: A Máscara” para maior compreensão) não sossegam. E amo me deliciar com visões de pessoas bonitas, babar por uma boca bem feita, por um olho claro, uma pele bonita… É tudo de bom! Mas é apenas um colírio, nada mais que isso. Quando me toco, já faz meia hora que estou olhando e olhando sem perceber.

Quantos de vocês pararam em frente ao Museu do Trianon Masp e perceberam a sutileza, o equilíbrio daquela construção? Como pode algo daquele jeito ser suportado por quatro pilares? Vocês já notaram?

NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Não me venham com papo de engenharia! O que está em jogo aqui é apenas a beleza!

Vocês já pararam pra babar na fotografia do filme “O Labirinto do Fauno”? Ou “Entrevista com o Vampiro”?

A beleza está em todos os cantos e apenas para os olhos aguçados. Aqueles que ainda têm tempo pra parar e prestar atenção nas maravilhas que existem.

Eu travo na Av. Paulista várias vezes. E olha que trabalho por lá a mais de três anos, mas ainda não me acostumei com as belezas que lá existem.

E aquelas pessoas que nem são bonitas, mas em meia hora de conversa, você passa a “pagar um pau” e beijaria a pessoa no ato?? A famigerada beleza interior! Como é gostosa essa beleza!

Eu queria ser um Gangrel, às vezes um Malkaviano, mas se um dia eu fosse Vampiro, não há dúvidas. Seria um Toreador.

*

Um abraço em especial.

A gente descobre amizade aos poucos. Ou ela sempre está lá e a pessoa demora pra mostrar. Mas uma pessoa tem me mostrado ultimamente ser uma amigona especial. Ou ela está mostrando novamente, pois um dia acreditei, e agora ela vem sendo novamente a menina de 14 anos que conheci.

Carolina MH. Deixo-te o meu abraço hiper máster domador de mascotes humanos!

Você, quando quer, é uma pessoa tão doce, mas tão doce, que não consigo ter certeza de quem é você.

“ E então, Peter Parker olhou para o seu uniforme enquanto MJ estava sentada na cama. Ela demonstrava uma certa aflição. Ele pensou um instante. O crime poderia ser resolvido, ao menos uma noite, sem a ajuda do Homem-Aranha.”.

*

Entre Raul e Buk.

Estive pensando: Se minha vida continuar como está, ou serei Raul, caso meu organismo não agüente, ou serei um Bukowski, caso ele seja bem resistente… Sendo assim, quem seria capaz de ficar ao meu lado pelo resto da vida?

Oh. Dane-se.

O melhor a fazer é ir dormir!
Estou com uma vontade imensa de trabalhar amanhã e ainda tenho que me masturbar aqui!

hauhauhauahuahuahuahuahua

Brincadeira.

Não quero trabalhar amanhã!!!! hauhauhaua.
(vou me arrepender dessa piada final!).

Óculos e complexos!

Anúncios

1 Comentário

  1. Sua Mascote Humana, a de 14 anos, estará sempre imortalizada aqui…somente pra você…


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s