Minha escorpiniana.


– Tá bom, eu sei que errei, desculpa! Será que você é capaz de aceitar o meu presente? Dá pra você falar alguma coisa? Será que é pedir muito??? Ah! Pare com isso, vai. Fala comigo? Por favor… Você sabe que eu te amo, não quero que brigue mais comigo… Volta aqui! Volta aqui, menina! Eu tô falando com você! ………….droga…

Luana.

 Caramba, eu sou mesmo uma besta. Como posso esquecer o aniversário das pessoas dessa forma? Luana está brava, muito brava. Fez aniversário no dia 10 de novembro, e eu não mandei nem uma rosa. Agora não tem caixa de chocolates que faça aqueles olhos castanhos mirarem pra mim. Ela não sabe que não foi por mal e acabou ficando triste de verdade…

 Faz um ano que terminei de criar essa menina… Não foi criada a leite com pêra, não é  nojenta, apesar de ser bonita o suficiente pra poder ser, mas demonstra que não é vaidosa, sempre andando feito menino, pra cima e para baixo, magrinha de doer… Quando a fiz e olhei-a pela primeira vez, achei que ela sofria de anorexia… Só depois fui ver que foi excesso de drogas na infância, logo tive que dar um jeito dela se livrar.

 A verdade é que a Luana não deu um pingo de trabalho na criação, tudo o que escrevi sobre ela sempre deslizou do crânio e vazou até a ponta dos dedos – dos dedos para o teclado. Ela já veio sozinha. Tenho pra mim que ela já estava criada… Talvez ela foi quem me criou… Não sei. Ela não deu trabalho nem na escolha do nome!

 A Luana puxou algumas coisas de mim, algumas coisas tristes. Coisas que chamo de defeito, mas ela é muito mais sensata do que eu, pelo menos na minha frente ela é. Amo ela. Dentre meus filhos, é a que mais amo.

  Por esses dias ela anda me rodeando, anda com ciúmes da Serena e da Elda (não a Elda da minha sala, uma outra Elda). Luana não me diz nada, mas sei que está com ciúmes. Ela quer que eu de continuidade, mas já me neguei a fazer isso. Ela já me deu trabalho demais. Ela merecia… Digo… Ela merece… Será que assim ela me perdoa? Mesmo se for uma continuação, assim, bem pequenina?….

  Eu tentei, mas quando estou feliz não consigo escrever a vida dela… A Luana talvez seja o maior símbolo de minha tristeza; ela é meu apoio… Minha Loucura.

    Feliz aniversário atrasado, Luaninha.
   Ósculos e amplexos.

Anúncios

3 Comentários

  1. Domingo eu estava fuçando numas coisas e “achei” a Luana numa pastinha, tava toda quietinha, inacabada…triste…vai ver era isso!
    logo em seguida “achei” a Chapeuzinho…me olhou com uma cara feia….até agora tá tentando chegar a casa da vó…perdeu-se na estrada…com o lobo 😛
    …me olharam as duas com cara de ??? respondi q a culpa não era minha….
    😦
    😛
    😀

    tô com saudade delas…
    e tb não esqueço o Cézar 😛 (era asim com z né?)
    gosto a beça dele…mas eu não o achei na minha gaveta…

    • rsrs. você viaja igual a mim rs… Na verdade a Serena já está bem acompanhada em outro mundo rs.

      O Cezar (com “Z”) já é desencanado, nunca me encheu o saco rs.

  2. a Luana tá precisando é de sexo, isso sim!
    até parece que vc não sabe disso.

    gostei do layout de natal!!! =)


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s