Davison.


    Ohé!

   Não esqueça… A Balada Literária começa no dia 19! EU VOU!
   Veja a programação e diga se quer me acompanhar…
    http://baladaliteraria.zip.net/
Eu voooooouuuuuuuuuuuu!

   Antes das homenagens, preciso compartilhar um pensamento, pois cada dia que passa, acabo vendo mais e mais gente mesquinha andando por aí, ao ponto de eu começar a perceber que muitas das pessoas que me cercam, estão interessadas em alguma coisa, mas não porque realmente são amigas.

  Talvez este pensamento até tenha muito a ver com a homenagem ao aniversariante de hoje.

  “Amigo” é uma palavra muito forte e que serve pra várias coisas. Você tem aquele amigo de verdade, o amigo da rua, o amigo da faculdade, aquele amigo colorido que você tanto gosta… Existem muitos tipos de amigos, mas a palavra por si só já representa uma união, confidencia, confiança e respeito acima de tudo. Amigos não se traem, e se por um acaso houver um deslize desses, ele será respeitoso o suficiente (e honrado) ao ponto de ser o primeiro a dizer o que aconteceu e pedir desculpas… Mas de qualquer forma é raro as coisas voltarem como antes… A amizade precisa ser muito regenerativa pra que isso aconteça… E na minha vida eu vi apenas uma amizade assim…

   Amigo também é dizer não. Também é (como o clichê diz) fazer você chorar com verdades… Um amigo nem sempre vai ser e dizer coisas agradáveis, mas sempre estará com o ombro oferecido para você; e nunca, nunca-nunca irá “furar seus olhos”, agora com “trairagem”, ser traiçoeiro e dizer coisas pelas suas costas por objetivos próprios. Amigos não fazem isso. Amigos têm que ser um só com você, e ficar feliz por você estar feliz… Veja bem quem se diz seu amigo, porque pode ser apenas por interesse próprio, com alguma finalidade… Na sexta-feira tive essa lição.

   Pensem nisso…

   E você, o que acha disso?

   Afinal de contas, na vida, nem todos, como eu, tem a sorte de ter um…

***
   … Davison!
   Otário! Agora empatamos novamente! Sem piadas em relação aos nossos meses de diferença… Somos igualmente anciões.

   O Davison é do tipo de pessoa impar. Não conheço uma pessoa que não vá com a cara dele. Minha vó sempre coloca mais mistura no prato dele do que no meu, ele impõe mais respeito na minha cachorra do que eu. Houve vezes de eu ligar lá em casa e minha irmã dizer “O Davison acabou de sair daqui!”. Ou seja. Ele é meu amigo, mas não precisa de mim pra ir em casa… Se duvidar, qualquer dia, vou chegar da faculdade e ver esse maluco roncando em minha cama! Mas não é que ele seja inconveniente, o fato é que ele tem liberdade para tudo isso por já fazer parte da família.

   Ele é apaixonante. A melhor pessoa que conheço. Justo e com personalidade concreta. Pra fazer esse maluco mudar de idéia é um “parto”. Quando ele diz que não, é não mesmo. Poucas vezes consegui fazer ele voltar atrás numa decisão. Têm vezes que ele é irritante por isso.

   Muitas vezes estou lá em casa, precisando conversar numa sexta feira e ele surge ao pino da uma hora da manhã com uma sacola cheia de latas de cerveja! Ele é meu parceiro cervejeiro. Ele abre as latas, senta no chão da sala, olha pra mim e diz: “Eaeeeeee, mano??” – E desce o tapa na minha coxa. Logo depois ele pergunta se eu escrevi alguma coisa nos últimos dias, caso sim ele já pede pra que eu leia… Após dá as opiniões dele e me ilumina com algum conselho… Ele sempre acerta no que diz, e nem sempre diz o que eu gostaria de ouvir, afinal, amigos são assim. Depois, por volta das quatro horas, pegamos o violão, o que resta de cerveja, nos trancamos no estúdio e tocamos Legião Urbana até o amanhecer.

   Dav; quero te deixar um enorme feliz aniversário, e que ele se repita por muitos anos a fio! Não preciso nem te dizer mais coisas, já seria exibicionismo demais. Já conversamos no sábado de madrugada e sabemos o que representamos um para o outro.

   Eu tenho um versinho pra recitar pra você:

 “Subi num pé de Jaca
  Pra comer batata frita
  Mas como era primavera
  Eu caí da bicicleta”.

    Espero que tenha gostado… Foi selecionado a dedo pra você, meu amigo…

 “…Quero que haja sempre uma cerveja em sua mão, e que esteja ao teu lado sem grande amor…”

     Ósculos e amplexos.

Anúncios

2 Comentários

  1. Nossa…eu sei q o niver é do Dav, mas eu chorei ao ler essa homenagem…Dav, perdôe-me…não tinha como não se emocionar….
    parabéns viu????
    nem sei o q dizer depois de ler tudo isso..qq coisa q eu diga, vai parecer nada,rsrs
    mas vc é sortudo por ter alguém q te diga tantas coisas lindas…
    e esse versinho foi o melhorrrrrrrrrrrrrr
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    enfim…feliz niver!!!

    ….

    Sé…q msg linda sobre amizade! 🙂
    e q triste isso de interesse….mas é real!!!
    eu bem sei q é….:P
    é froid!

    amo vc…não não amo….amo mesmo é a sua conta bancária,rsss
    mas vc me entende né?rrss

    aiiiii credo!!!!
    um dia eu queria ter esse nível de amizade….de chegar a sua casa as 2 da madruga com uma coca, ops breja na mão,rsrs
    se eu fosse homem isso seria mais fácil 😛
    droga!rsss
    😛

  2. é por isso que agora eu sou só amiga aos domingos…!!!

    sobre o Davinho, bah! esse menino é um poço de talentos, chega a transbordar….mesmo ele achando que o vibra-call do celular é um pernilongo. hauhauahuahauhauhauahuahauahuahaua


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s