O que foi o sábado?


 Bom. É isso. Achamos algumas coisas aterrorizantes. Ficamos secos só de pensar em como vai ser, e por um mês mais ou menos, eu estava pensando o que seria desse sábado… E simplesmente foi.
 Medo de conhecer pessoas, onde já se viu, mas de fato, é uma coisa aterrorizante conhecer gente que você simplesmente não vai saber como lhe dar, mas aí passa e quando você percebe já esta bebendo uma cerveja e jogando conversa fora.

Eu na churrasqueira.

 Pela primeira vez na vida fui um churrasqueiro em tempo integral. Eu até que descobri que tenho um mínimo de talento pra coisa… As carnes nem queimaram tanto… Só um pouquinho, quase nada.
 Valeu a pena ficar fazendo carne pra aquela gente. Gente boa. Não digo isso apenas porque eram amigos (aterrorizantes) de minha namorada, mas sim porque são legais, e quando as pessoas são legais é isso o que fazemos, e depois quando percebi já estava até na quadra jogando uma bolinha… É. Às vezes isso acontece comigo. Até tirei a camiseta, e olha que nem bebi tanto, e pra quem me conhece sabe que é raro tirar a camiseta… Só pra dormir, tomar banho e para o coito. Só.
 Me diverti um bocado com o que achei que seria motivo de chateação… As pessoas se enganam e eu também.
 Aí a noite chegou e tudo acabou. E quando tudo acabou me senti mal.
 Fiz coisas que não se faz e me senti um idiota. Primeira vez na vida em que eu fui realmente um idiota completo.

 Nunca joguem nada no chão. Se querem quebrar coisas, quebrem dentro de casa onde ninguém vai ver. Tenha acesso de fúria onde ninguém vai ver, pois se é pra se sentir um babaca completo, é melhor que só você saiba disso. Ninguém precisa saber que você teve um momento de trouxa.
 Primeira e única vez que fiz tudo aquilo. Nçao quero fazer de novo, e o pior é saber que nem sei o porque começou direito. Vou entrar nessa semana me sentindo um triste idiota. Que vergonha de mim. Mas todos precisamos fazer coisas imbecis pra apender a não fazê-las, porque é bonito você dizer o que deve e não deve ser feito sem nunca ter passado por isso, pois bem, uma experiência completamente nova, porque nunca havia até então fingido nada, quebrado nada… Que vergonha. Vou precisar de alguns dias pra me recuperar e conseguir me desculpar… Graças a algo, ainda tenho um senso de auto-crítica bem forte… Ainda bem que ainda sou capaz de sentir vergonha de mim. Isso é sim uma virtude. Uma virtude que me jogou do pedestal onde eu vivia e me fez parar de pensar que sou um pouco mais especial… Agora estou na medida certa.

 Bom. Tirando esses miúdos, foi um bom fim de semana… Até patinar no gelo eu patinei. E é com o corpo doendo que me despeço do domingo.
 Boa noite.

Gente boa.

3 comentários em “O que foi o sábado?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s