Quando lembro…


Ai, que de repente não estou bem… Começo a pensar em algumas coisas que não me deixa fluir… Está tão perto… Deixa-me triste o desperdício… A falta de senso… Se eu tivesse sido um pouco mais forte, não estaria assim… No ano que vem não vai ter comemoração, e é uma pena… Estava tão pertinho. Mas olha só agora!

  Porque pensei nisso? Pra quê? No que vai me levar essas lembranças malditas que mais se assemelham as sombras do inferno, o seu inferno particular… Um inferno de sedução.

  Já faz tempo que te olho da janela… Bem de longe… cada vez mais longe… Nebulosamente longe… mas ainda lembro, ainda sei contar, ainda me entristeço quando penso que eu não soube aproveitar tudo o que tive, porque joguei fora tudo o que fui.

Um comentário em “Quando lembro…

  1. a gente nunca aproveita bem o que tem, sempre ficamos em busca de algo e quando tempo parece que não nos satisfaz mais. É como se perdesse a graça…
    Ao invés de olhar pela janela, porque não tenta abrir a porta? Talvez seja mais fácil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s