bom bom bom quase bom


Agora já sei o que me dá paz!

 Hoje as palavras escorriam pelas beiradas da minha boca. O computador olhava para as letras escorrendo e dizia “creeeeeedo”. Eu o ofendia logo em seguida! Me perguntava porque não posso ser e fazer as coisas que eu quero? Porque não posso ter as coisas que eu quero?
 As palavras escorriam de tal forma que precisei de um pedaço de papel pra me limpar… Ficou manchado de palavras desordenadas… amassei e joguei fora. O dia todo, toda hora! Não via a hora de não ver mais horas. Queria escrever, tirar o dia em casa e gastar as pontinhas dos dedos no teclado; gritei tantop pra fugir e não adiantava… Fiquei mal e o dia ficou chato… Trabalhei pensando em trabalhar de outra forma.
 Ninguém podia ver que as frases começavam a escorrer pelo nariz também! Aí quando achei que iam me dizer “Sai dessa, limpa essa boca e esse nariz e vem ser feliz”. Mas não. Me chatearam ainda mais… Falava abacate e entendiam maçã. Mas também, com aquela quantidade de letras que estava na minha boca… não dava pra falar direito e nem esquerdo… O fato é que chateado fiquei… A gente tenta falar naturalmente e as pessoas não entendem… acham que estamos falando de outra coisa…
  Andando para meu destino, pude ver as gotas de palavras caindo no chão, um monte de gente estranha ria e ria… Eu estava me chateando, escrevendo palavras na calçada e logo cada uma delas evaporava… Eu já estava ficando mais nervoso ainda, pronto pra cuspir na cara de alguém tudo o que escorria da minha boca. Me controlei. Fui escorrendo as palavras pela rua até chegar. Quando entrei na sala, um monte de pessoas babando… Um certo alguém me deu um lenço: “Limpa ae sua boca e seu nariz, mas vá no banheiro porque sua calça também está toda escorrida”.
  Fiz isso e fiquei feliz…. Bom mesmo é quando a gente encontra alguém em sintonia!
  E de repente fiquei bem bem bem!
  Tenho dois dias por semana pra me limpar, fora que durante a semana eu tenho depois das sete pra fazer minha higiêne vocábula pessoal!
  Bom quando o dia acaba bem… Bom quando a noite amanhece… Bom chegar num lugar transado…

  Bom é bom e ponto.

2 comentários em “bom bom bom quase bom

  1. que nojo!
    pare de babar menino, como vc mesmo disse se não se controlar, acaba sainda por tudo quanto é orifício do seu corpo…sem contar que babar é para crianças e vc já é um belo rapaz!
    bom mesmo é vomitar as palavras!!!

    bjos

  2. pooooxa….eu diria NÃO PARE DE BABAR menino, pq tua “baba” pode salvar o mundo, deixa escorrer naturalmente, deixa escorrer a vontade, para que nós ‘pobres babãos’ possamos desfrutar do q escorre, do q sai da tua boca 🙂 mesmo q muito se evapore na calçada alguma há de ficar marcada e essa só já basta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s