(Depois de jogar R.P.G. 11:07 pm)

“Eu acredito em fadas! Acredito, acredito…”

Faz tempo que escrevi. A validade não venceu, apenas a data de fabricação foi alterada.

Assim que as coisas são:
Quem ama e é amado, ganha as coisas sem data especial.
Não cobra troco por amar, mas recebe o troco errado… troco a mais.
Sente o que o outro sente mesmo no silêncio, no escuro.
Fica esperando nada, feito um bôbo, mesmo sem ter o que esperar.
Quem ama perde a cabeça e a encontra com o outro… depois se pergunta:
– Foi um furto?
Não liga, não denuncia. Nem se quer reclama. Na verdade até gosta.
Reclama sem ter de que, só pra ganhar um carinho.
E quando o oposto acontece, dá o carinho e se sente feliz igual.
Quem ama sente cíumes.
Quem ama sente paixão.
Quem ama sente raiva.
Quem ama dá perdão.
Quem ama vive longe.
Quem ama vive perto.
Quem ama sente frio.
Mas sabe dar calor.
Quem ama não coloca reticências, não põe eticeteras. Mas sim um ponto final. “Eu te amo e ponto.

Anúncios